Instalando Zabbix 3.4 no Debian 9

Este tutorial tem como objetivo fazer a instalação do Zabbix 3.4 no Debian 9 64 bits.

Sobre o Zabbix

Zabbix é uma solução open source de monitoramento de redes e sistemas. É um software NMS que monitora vários parâmetros utilizando agentes em diversas plataformas de sistemas operacionais, além de protocolos como SNMP, IPMI, JMX, entre outros.

Zabbix é uma plataforma bastante difundida e não está limitada a apenas monitorar ativos de TIC. Pode ser utilizado em diversas áreas, pois o seu método de coleta é flexível e você pode personalizar o seu ambiente de acordo com suas necessidades de monitoramento.

Você pode utilizar o sistema de maneira centralizada ou através de monitoramento distribuído, utilizando o elemento Zabbix Proxy. Zabbix pode perfeitamente ser instalado em um Cloud VPS como servidor principal, recebendo informações dos seus servidores físicos de diversas localizações da sua empresa.

Existe duas maneiras para instalarmos o servidor Zabbix: via pacotes ou compilando o código-fonte. Neste tutorial veremos a instalação do Zabbix utilizando um único servidor, onde utilizaremos a instalação via pacote.

Além das formas de instalação, você também pode testar o Zabbix utilizando o Appliance ou através de containers Docker.

Preparando o ambiente

O ambiente utilizado na produção deste tutorial é apresentado a seguir:

  • Debian 9.2 64 bits
  • Zabbix 3.4.4
  • MariaDB 10.1.26
  • PHP 7.0

A instalação do Debian 9 utilizada para validar esse tutorial foi a netinst. A ISO dessa versão pode ser baixada através desse link.

Todos os comandos executados nesse tutorial foram executados com o usuário root.

Após a instalação do Debian, vamos fazer alguns ajustes básicos no sistema. Edite o arquivo /etc/apt/sources.list:

# nano /etc/apt/sources.list

Deixe o conteúdo desse arquivo conforme o exemplo abaixo:

 

deb http://ftp.br.debian.org/debian/ stretch main contrib non-free
deb http://security.debian.org/debian-security stretch/updates main contrib non-free
deb http://ftp.br.debian.org/debian/ stretch-updates main contrib non-free

Em seguida, execute o comando abaixo para atualizar os índices dos repositórios e instalar atualizações no sistema, caso estejam disponíveis.

 # apt-get update; apt-get upgrade

Instalando o Zabbix

Agora com o nosso ambiente preparado, iremos prosseguir com a instalação do Zabbix.

Precisamos instalar o pacote que contém os índices para o repositório oficial da Zabbix SIA, empresa que desenvolve o Zabbix:

# cd /tmp
# wget http://repo.zabbix.com/zabbix/3.4/debian/pool/main/z/zabbix-release/zabbix-release_3.4-1+stretch_all.deb
# dpkg -i zabbix-release_3.4-1+stretch_all.deb

Novamente, execute apt-get update para atualizar os índices dos repositórios que foram adicionados, no caso os repositórios do Zabbix.

 # apt-get update

Em seguida, executamos o comando para instalar o Zabbix Server:

# apt-get install zabbix-server-mysql zabbix-frontend-php zabbix-agent zabbix-get

O comando acima irá instalar o Zabbix Server utilizando o MariaDB. Selecionamos também para a instalação o Zabbix Agent, além do utilitário zabbix-get, que serve para realizar testes de coleta dos itens do Zabbix. O Comando também irá selecionar e instalar todas as dependências automaticamente, como por exemplo, o PHP 7 e suas extensões.

Aguarde a finalização da instalação.

Habilitar os serviços do Zabbix

Por padrão, os serviços do Zabbix não são habilitados para iniciar automaticamente caso o sistema seja reiniciado. Iremos executar os comandos abaixo para ativar o início automático:

# systemctl enable zabbix-server.service
# systemctl enable zabbix-agent.service

Criar base de dados do Zabbix

Precisamos criar a base de dados e importar os schemas da base do Zabbix. Ou seja, dar a carga inicial no banco criado.

Iremos acessar o console do MariaDB para criar a base de dados:

# mysql -uroot -p

A senha do root do MariaDB por padrão vem em branco. Basta você pressionar <enter> para acessar o console do MariaDB.

Para setar uma senha para o usuário root do MariaDB, execute o seguinte comando:

# mysql_secure_installation

Com o comando acima é possível setar a senha do usuário root, além de outras opções sugeridas. Essa ferramenta é bem explicativa. Não tem mistério.

Continuando nosso processo de criação da base de dados, executaremos os seguintes comandos:

mysql> create database zabbixdb character set utf8 collate utf8_bin;
mysql> grant all privileges on zabbixdb.* to zabbix@localhost identified by 'zabbixpw';
mysql> quit;

Repare que criamos a base de dados zabbixdb e demos permissão para o usuário zabbix com a senha zabbixpw. Essas informação serão utilizadas para configurarmos o acesso a base de dados no arquivo de configuração do Zabbix Server.

Agora iremos importar os schemas do Zabbix no banco criado.

# cd /usr/share/doc/zabbix-server-mysql
# zcat create.sql.gz | mysql -uzabbix -p zabbixdb

Esse comando irá solicitar a senha do usuário zabbix que tem acesso a base de dados do Zabbix.

 

Subindo os serviços do Zabbix

Nosso sistema já está instalado e sua base foi criada e carregada. Agora precisamos ajustar os arquivos de configurações do Zabbix para iniciarmos os serviços, tanto do servidor como do agente que irá monitorar o próprio servidor. Editamos o arquivo de configuração /etc/zabbix/zabbix_server.conf:

# nano /etc/zabbix/zabbix_server.conf

Alteramos os seguinte parâmetros:

DBHost=localhost
DBName=zabbixdb
DBUser=zabbix
DBPassword=zabbixpw

Obs.: Provavelmente a linha DBPassword estará comentada com #. Basta remover a # e deixar conforme o exemplo acima.

Em seguida, iniciamos o serviço:

# systemctl start zabbix-server

Podemos também iniciar o serviço do agente. Para o nosso laboratório, não há necessidade de alterar nenhuma configuração do agente que irá monitorar o próprio servidor:

# systemctl start zabbix-agent

Serviços Zabbix em execução. O próximo passo é configurar e instalar a interface web.

Configurando e instalando a interface web

Iremos editar o arquivo /etc/zabbix/apache.conf:

# nano /etc/zabbix/apache.conf

Dentro do bloco <IfModule mod_php7.c>, iremos alterar o timezone. Suas configurações deverão ficar conforme o exemplo abaixo:

php_value max_execution_time 300
php_value memory_limit 128M
php_value post_max_size 16M
php_value upload_max_filesize 2M
php_value max_input_time 300
php_value always_populate_raw_post_data -1
php_value date.timezone America/Sao_Paulo

Reinicie o serviço do Apache:

# systemctl restart apache2

Neste momento, abra o seu navegador favorito e insira o endereço do teu servidor, conforme o exemplo abaixo:

http://192.168.0.100/zabbix

Irá surgir a seguinte tela:

Clique em Next step

Na segunda etapa, todos os requisitos deverão estar OK. Se não estiverem, revise as configurações relacionadas ao PHP, conforme visto anteriormente.

Clique em Next step.

Na terceira etapa, insira a senha de acesso ao banco de dados e clique em Next step.

Na quarta etapa você pode configurar um nome personalizado para identificar o seu ambiente. Clique em Next step.

Chegamos ao final da configuração. Revise-a e clique em Next step.

Pronto. Interface web do Zabbix instalada com sucesso.

Para fazer o login no sistema, entre com o usuário Admin e a senha zabbix.

Essa é a tela inicial do sistema.

Seu sistema já está pronto para iniciar o monitoramento.

Para mais detalhes sobre o Zabbix, acesse a documentação oficial: https://www.zabbix.com/documentation/3.4/

No próximo artigo veremos como monitorar o próprio servidor do Zabbix e aprender a fazer alguns ajustes na interface web do Zabbix.

Para aprender mais sobre Zabbix, clique aqui e obtenha um voucher exclusivo para o curso Zabbix: construindo um ambiente de monitoramento.


Sem Comentários

Escreva seu comentário

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese
× O que podemos ajudar